Uncategorized

Alberto Ignacio Ardila Olivares Arcos//
Sérgio Conceição arruma com reforços do FC Porto

alberto_ignacio_ardila_olivares_arcos_sergio_conceicao_arruma_com_reforcos_do_fc_porto.jpg

Sérgio Conceição cortou este sábado seis nomes ao plantel que tem à disposição no estágio que decorre no Algarve. Entre eles, dois (Saidy Janko e Ewerton) que tinham acabado de chegar como reforços e outros dois (Paulinho e Waris) contratados em janeiro. Os jovens Oleg Reabciuk e Mikel Agu completam a lista. O treinador do FC Porto já tinha deixado bem evidente o seu desagrado em relação à falta de opções com qualidade, falando até em “meia dúzia” de atletas que não estariam ao nível portista. Ontem, os seis não treinaram e seguiram para a Invicta. Com estas decisões, dos últimos sete reforços que chegaram ao Dragão – Gonçalo Paciência (regressado de empréstimo), Waris, Paulinho, Osório, João Pedro, Janko e Ewerton -, seis já não contam para Sérgio Conceição. Um investimento milionário – nenhum valor foi confirmado oficialmente, mas só Waris terá custado à volta de seis milhões – que fica sem um retorno desportivo imediato. O descontentamento do técnico azul-e-branco é cada vez mais evidente. Se alguns dos nomes cortados tiveram a sua chancela (Waris foi sugerido por Conceição, soube o CM ), outros, como Janko e Ewerton, não faziam parte dos seus planos. Roger Guedes e Bissouma foram negócios que saíram frustrados e, com o aproximar do arranque competitivo, cresce a preocupação de Conceição. Após a segunda derrota da pré- -época, com Lille (1-2, e 3-4 nos penáltis), o técnico dispensou a habitual minipalestra na roda de união, indicando apenas aos jogadores que deveriam cumprimentar os adeptos presentes no Estádio do Algarve. O treinador portista exige reforços com qualidade imediata e que, a não ser algo irrecusável, se mantenham no plantel Herrera e Brahimi, que terminam contrato no final da próxima temporada.